.

.
Página de doutrina Batista-Calvinista. Cremos na inspiração divina, na inerrância e infalibilidade das Escrituras Sagradas; e de que Deus se manifestou em plenitude no seu Filho Amado Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, o qual é a Segunda Pessoa da Tri-unidade Santa
CLIQUE, NO TÍTULO DE CADA UMA DAS POSTAGENS, PARA ACESSAR O ÁUDIO DO SERMÃO OU ESTUDO

sábado, 13 de setembro de 2008

CRISTO É DEUS!

Pr. Luiz Carlos Tibúrcio


Hebreus 1.1-3: "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas".
- Deus, no decorrer da história, manifestou-se aos homens de muitas maneiras e formas.
- No estudo que fazemos do Livro de Gênesis, às quartas-feiras, encontramos Deus criando, mostrando amor para com a Sua criação; igualmente, vemos Ele revelando-se aos homens, e a forma como nós O desprezamos, pecando contra Ele.
- Através do Seu amor contrangedor e infinito, Deus vem atraindo-nos a Si, cercando-nos de bênçãos, chamando-nos a andar na Sua presença, a relacionarmo-nos com Ele.
- Neste tempo, que é o tempo dos últimos dias... É interessante como mesmo as pessoas mais incrédulas, mesmo aquelas que resistem e não querem nenhuma espécie de relacionamento com Deus percebem que estamos nos fins do tempo... É neste tempo, em que se avizinha a volta do Senhor Jesus Cristo, que Deus nos falou pelo Filho.
Daniel 7.13-14: "Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído".
- Daniel tem a visão do Senhor Jesus Cristo.
- Ele está aflito pelo seu povo, o povo de Israel, que se encontra cativo e escravo dos babilônicos; mas o Senhor dá-lhe esperanças, por que Deus é o Deus da esperança; e revela a Daniel Cristo como o Filho do homem glorificado, o qual tem o poder eterno.
Lucas 3.38: "E Cainã de Enos, e Enos de Sete, e Sete de Adão, e Adão de Deus".
- A genealogia do Senhor Jesus Cristo chega até Adão, e chega até Deus.
Mateus 3.17: "E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo".
- Cristo está para ser batizado por João o Batista, e tão logo Ele sai das águas, a voz de Deus ecoa afirmando: Este é o meu Filho amado! O Senhor é o Filho de Deus, amado e em quem o Pai se alegra.
- O mundo foi criado, os homens, animais e os anjos foram criados por Deus. Mas Cristo é o Filho eterno de Deus.
- Se os irmãos querem ter o coração cheio de alegria, entoem hinos de louvor ao Senhor Jesus Cristo. Como diz um trecho do hino "Coroai": "Louvai o nome de Jesus, arcanjos vos prostrai, arcanjos vos prostrai...". Cantem louvores a Ele, e os seus corações arderão de gozo e alegria.
Mateus 17.5: "E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu amado Filho, em quem me comprazo; escutai-o ".
- Novamente Deus manifesta o Seu amor ao Filho. No céu a comunhão perfeita de Deus, e na terra, a comunhão perfeita de Deus Pai com Seu Filho Amado Jesus Cristo.
- Cristo dá prazer ao Pai, e através d'Ele, também damos alegria ao Pai.
João 5.18: "Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus".
- Os judeus queriam matar o Senhor Jesus Cristo, não apenas por que Ele não guardava o sábado, mas por que Ele se colocava igual a Deus.
- Há muitas pessoas que dizem honrar a Cristo, e afirmam que Ele nunca se comparou com Deus; mas neste trecho das Escrituras vemos claramente que os judeus entenderam exatamente o que o Senhor Jesus dizia.
- Não havia dúvidas quanto ao que Cristo dizia, de que Ele e o Pai eram Um.
- Em Lucas 2. 43 em diante, vemos Maria e José questionando a Jesus, menino, por que havia permanecido em Jerusalém. Ao que o Senhor disse: "Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?". Jesus, desde criança, sempre soube que era Filho de Deus, quem era, e qual o propósito da sua vida. Maria não sabia, muito menos José. Mas Cristo não tinha dúvidas de quem Ele era.
- Cristo tem as características de Deus, a personalidade de Deus, age como Deus, é Deus. Ele é o Alfa e o Ômega, o princípio e fim (Ap. 1.8). Antes de tudo existir, Ele já era. No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus (João 1.1). Jesus Cristo é Deus!
- Para muitos, Jesus Cristo é um guru, um anjo, um iluminado, um deus menor, que não é Todo-Poderoso; mas as Escrituras são claras em afirmar e revelar que só há um Deus.
João 1.49: "Natanael respondeu, e disse-lhe: Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel. Jesus respondeu, e disse-lhe: Porque te disse: Vi-te debaixo da figueira, crês? Coisas maiores do que estas verás. E disse-lhe: Na verdade, na verdade vos digo que daqui em diante vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem".
- Esta é a visão de Jacó: ele vê os anjos subindo e descendo sobre Cristo, o qual é a escada que nos liga a Deus.
- Através de Cristo temos comunhão com Deus, e vemos os céus abertos, somente pela graça e misericórdia de Deus.
- Cristo é onisciente: ao ver Natanael debaixo da figueira; ao saber o que se passava na mente de Simão, o fariseu (Lc 7.39-50).
Portanto, Cristo é Deus!
João 20.27: "Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!" .
- Tomé, ao ver o Senhor ressurreto, adorou-O. E sabemos que apenas Deus é digno de adoração. Se adorarmos a qualquer outra coisa, seja homem ou objeto, pecamos, trazendo condenação sobre nós, porque "ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás" (Mt 4.10).
Tito 2.13: "Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo".
- Paulo diz que o Senhor Jesus Cristo é o Deus da nossa salvação. Como está escrito em Jonas 2.9: "Do Senhor vem a salvação".
- Cristo é Deus!
Mateus 18.20: "Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles".
- O Senhor Jesus Cristo é onipresente, portanto, é Deus!
Filipenses 3.21: "Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas.
- Jesus transformará o nosso corpo abatido num corpo glorioso como o Seu.
- Ele sujeita todas as coisas sob o Seu poder; não só o nosso corpo será transformado, mas a nossa vida também. Estaremos, na plenitude da Sua glória em contínua e eterna adoração, como nunca, como jamais fomos capazes de sequer imaginar.
- Em Mateus 8, uma tempestade levanta o mar, e as ondas cobriam o barco. Então, lemos: "E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos! que perecemos. E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança". Cristo tem poder sobre a natureza, sobre nós, sobre o pecado... por isso, Ele disse: "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (Jo 8.36). Podemos orar: Senhor, liberta-nos pelo Seu poder!
- Cristo é onipotente, Ele tem todo o poder, portanto, é Deus!
- Irmãos, temos uma promessa de um mundo maravilhoso, onde não haverá mais morte, tristezas, sofrimento e dor. E este é o Reino do Senhor Jesus Cristo.
Colossenses 1.16: "Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele".
- Cristo é o Senhor de todas as coisas, e a expressa imagem da bondade de Deus (Êx 33.19).
Romanos 9.5: "Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém".
- O Senhor Jesus Cristo é Deus bendito eternamente!
- Quando olhamos para Cristo, vemos Deus.
- O Senhor Jesus é o nosso Deus exaltado, e n'Ele habita corporalmente toda a plenitude da divindade (Cl 2.9).
Hebreus 1.8: "Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino".
- Cristo reina, e o Seu reino será um reino de justiça, e o Seu trono subsiste pelos séculos dos séculos, pois, o Senhor é Deus! Toda honra, louvor e gloria seja dada a Ele, o Deus Filho, o qual é o único caminho que nos leva a Deus, a luz que nos ilumina, e nos dá a vida eterna.

Resumo da mensagem pregada no TBB: 07 de Setembro de 2008
Todos os versículos são da Almeida Corrigida e Fiel da SBTB(ACF)

Nenhum comentário: